Fonte: Stéphany Franco/Ascom PSB RS

Mário Bruck é eleito presidente do PSB para o próximo triênio

“O fortalecimento da sigla é fruto de muito trabalho com os municípios”,

                         Durante o XV Congresso Estadual da sigla, realizado nos dias 6 e 7 de novembro no teatro Dante Barone - na Assembleia Legislativa do RS - Mário Bruck foi eleito presidente do PSB gaúcho para o triênio 2021-2024. A consagração ao cargo aconteceu através de uma chapa de unidade – criada em consenso pelo partido e aprovada por unanimidade no final de semana. Em 2019, Bruck assumiu como presidente interino da sigla no Estado, após o presidente eleito, José Stédile, ocupar o cargo de secretário de Obras do RS no governo Leite. Como presidente em exercício, criou um plano de ação com foco na organização partidária para as eleições de 2020, dividindo a gestão da sigla regionalmente em nove macrorregiões e 21 regionais. Por meio da regionalização do PSB RS houve, também, o incentivo à criação de nominatas próprias para vereadores nos municípios, uma vez que as coligações deixaram de ser permitidas. O partido passou de 39 cidades com nominatas próprias para 204, em 2020. “O fortalecimento da sigla é fruto de muito trabalho com os municípios”, avalia Bruck. O partido, ainda, distribuiu - de forma equânime – os recursos do Fundo Eleitoral e produziu material para que todos os candidatos pudessem ter uma campanha eleitoral viável. Como resultado, o PSB gaúcho elegeu 226 vereadores pelo Estado. Outra façanha da gestão de Bruck foi a digitalização da sigla, que se tornou ainda mais necessária após a pandemia da Covid-19. A plataforma PSB Contigo ganhou vida e se tornou um local para debates de políticas públicas e de qualificação de mais de 1800 candidatos. A pandemia acelerou a criação de outro projeto, também idealizado pelo presidente em exercício, o Observatório do Desenvolvimento RS. Plataforma pensada para dar visibilidade às lideranças de cada região do Estado, assim como o desenvolvimento de 21 jornais regionais (digitais) e 21 páginas no Facebook, uma para cada região do RS, administradas pelas lideranças locais dando ênfase às ações da sigla nos municípios. Toda essa mobilização partidária tem o objetivo de fortalecer o PSB RS para que em 2022 ocorra a ampliação das bancadas federal (de dois para três deputados) e estadual (de três para cinco deputados), além da eleição de Beto Albuquerque como governador do Rio Grande do Sul. De acordo com o novo presidente eleito, o partido segue em uma busca permanente de unidade, através de uma gestão plural e no reconhecimento de novas lideranças políticas. Para 2024, a ideia do partido é apostar na formação política e na qualificação dos candidatos para que cada vez mais o PSB gaúcho se torne protagonista. “Somos o Estado que mais debateu as teses da Autorreforma", fato que foi reconhecido pelo presidente nacional, Carlos Siqueira, em carta apresentada aos congressistas no final de semana”, afirma o presidente estadual, ressaltando que debater as teses é de suma importância para que haja a identificação ideológica dos filiados com o partido. 

Leia mais no site PSB-RS

Mário Bruck é eleito presidente do PSB RS para o próximo triênio > PSB/RSMário Bruck é eleito presidente do PSB RS para o próximo triênio > PSB/RS

Image